A Mão Negra de Estremoz

A MÃO ESTÁ COMPLETA - 5 são os membros: Polegar-O Cérebro; Mindinho- Pequeno mas solidário; Anelar- O Aliado; Indicador- Quem mostra a "direcção" e Maior de Todos - Grande no tamanho e nas convicções.

14 setembro 2006

A TRANCA (para descontrair alguns maganos)

Um casal de Estremoz assiste ao debate Pacheco-Soares na TV.
- Já viste?
- O quêi?
- Foram os amaricanos.
- A fazer o quêi?
- A aventar as torres abaixo, pá!
- O quêi? Que parvoíce.
- Parvoíce? Tu achas que o Dotór Soares é parvo?
- Mas ele disse isso?
- Pois claro que disse. Ele e aquele Dotór indiano.
- Mas pra quéque que os amaricanos se iam matar a eles mesmos?
- Pa ir pá guerra, mulher. Foi o Dotór Soares que disse.
- Mas eles não tão fartos de morrer na guerra? Pra quéque eles haviam de ir pá guerra se iam morrer?
- Por causa do dinheiro, mulher. Tu não percebes nada, rais parta.
- Mas eles tão fartos de gastar dinheiro com a guerra, não estão?
- Porra, atão na tá a moenga, raisparta a mulher. Já pareces o Pacheco, tu.
- Tu vê lá coméque falas comigo, ouvistes? Nós não tamos lá nessas terras onde obrigam as mulheres a andar tapadas!
- Mas quem é que te disse cas obrigam? Tás a ver como tu és ignorante. O Dotór indiano até disse que as mulheres preferem andar tapadas.
- O quêi?
- Perá aí, deixa ouvir o Dotór Soares. Lá está, nã se mandam bombas às pessoas é mesmo isso queu acho.
- Tão a falar de quêi?
- Do Irão. O Pacheco é tudo à bomba. O Dotór Soares fala com eles, é assim mesmo.
- Mas falar com aquele gajo do Irão? O gajo é maluco.
- E o Bush nã é maluco, nã?
- Oh home, vamo-nos é deitar.
- Péra aí. E este Pacheco que não se cala, pá. Ainda por cima não diz coisa com coisa. Só defende os amaricanos, este gajo.
- Olha, ê vou-me deitar.
- Ê já lá vou ter.
- (marcando um número no telemóvel) Arnaldo, tás bom? Tás a ver o debate?
(pausa)
- E já viste a tranca da Fátima Campos Ferreira, pá? até a barraca abana....